Pleroma heteromalla
Ipomoea hederifolia
Reserva
Mãe-da-Lua

Espécie anterior Próxima espécie

Manihot sp.

Maniçoba
Manihot sp (Maniçoba)
Jacquin 1763, Iatropha carthagenensis. Tabla CLXII, extrato.

Figura 1.

Iatropha carthagenensis, hoje chamado de Manihot carthagenensis (JACQ.) MUELL.ARG., foi descrito por Jacquin em 1763. Uma parte das maniçobas da Reserva pertence provavelmente a este taxon. As folhas de M. carthagenensis são muito heterogêneas, até no mesmo indivíduo. O desenho, que faz parte do protólogo, mostra uma das variantes comuns: o limbo é 5-lobado com lobos panduriformes, o pecíolo sendo inserido na base do limbo (não-peltado).

* * *

Existem pelo menos duas formas de Manihot na Reserva Mãe-da-Lua.

  • Há uma árvore ereta, que pode atingir 15-20m de altura e um DAP de 45cm ou mais. Seu nome popular é maniçoba-do-Ceará, e seu nome científico é M. glaziovii ou M. carthagenensis subsp. glaziovii. Trata-se da famosa maniçoba da borracha.

  • A outra forma de Manihot consiste em arbustos e arvoretas cujas folhas, flores e frutas são parecidas com aquelas da árvore ereta.
Não é claro se as duas formas são conspecíficas. Por enquanto, eu classifiquei as arvoretas e os arbustos simplesmente como Manihot sp. e vou apresentá-los na presente página. A forma arbórea é tratada separadamente na prévia página (M. glaziovii).

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 2.

A foto acima e as outras fotos desta página foram batidas perto da casa sede e são todas do mesmo indivíduo e da mesma data.

No primeiro plano da imagem, se vê o caule (setas brancas) e alguns ramos grandes da arvoreta cujas folhas, flores e frutas são apresentadas nas figuras abaixo. Da base do caule até o topo, a arvoreta mediu 5-6 metros. Nos primeiros metros, a orientação do caule era quase horizontal. Na beira da trilha, que é ensolarada, a planta girou mais para cima, parecida com uma erva prostrada. Eu já vi outros indivíduos desta espécie com um hábito semelhante, mas há também arbustos e arvoretas mais convencionais.

Início da página

Manihot sp (Maniçoba)
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua. Itapajé-CE.

Figura 3.

O topo da arvoreta. Eu subi uma escala de 1.5m de altura para melhor registrar a forma das folhas.

As folhas de Manihot no primeiro plano da foto, ou seja, as folhas verdes claras acima e as folhas verdes escuras mais abaixo, são do mesmo indivíduo. Há principalmente folhas trilobadas.

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 4.

Exemplo de uma folha (face abaxial): trilobada, com inserção do pecíolo na base do limbo (não-peltada). Isto foi a forma predominante no indivíduo apresentado aqui, mas eu vi outras variantes em indivíduos vizinhos.

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 5.

Detalhes de uma flor pistilada. A pequena foto montada no canto superior esquerdo mostra uma flor cuja corola foi parcialmente removida. Algum latex saiu pela ferida.

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 6.

Inflorescência(s). Os botões florais grandes são pistilados. Há também botões menores, que se encontram em um estágio inicial de desenvolvimento e cujo sexo eu não posso determinar com base na foto.

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 7.

A foto mostra uma das poucas flores estaminadas que eu encontrei nesta maniçoba.

Início da página

Manihot sp
15/04/2021. Sítio Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 8.

Frutas.

Início da página

Literatura consultada

Allem 2001
Braga 1976, p. 351
Jacquin 1763, p. 256 e t.CLXII (Iatropha carthagenensis)
Müller 1874, p. 446 (glaziovii), p. 481 (carthagenensis)
Pax 1910, p. 81 (carthagenensis), pp. 89ff. (glaziovii)
Rogers & Appan 1973, pp. 112ff. (carthagenensis)

Início da página