Pleroma heteromalla
Ipomoea hederifolia
Reserva
Mãe-da-Lua

Espécie anterior Próxima espécie

Bomarea edulis

Família: Alstroemeriaceae.
Aspecto geral: Erva
Bomarea edulis
24/05/2018. Reserva Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 1.

Encontrei esta erva em vários lugares da reserva, em Caatinga secundária (trilha da Mata da Odette) e também nos altos da serra, na mata seca e na mata subúmida. A planta cresce sobre o chão ou sobre a vegetação baixa, ou como trepadeira volúvel se tiver suporte apropriado. A foto mostra a inflorescência de um indivíduo deitado acima de vegetação baixa, perto do chão.

A B. edulis produz tubérculos comestíveis e foi cultivada no México desde tempos precoloniais. Até hoje, ela sirve de alimento em algumas regiões da Ámerica Latina e tem também usos na medicina tradicional. Em Guarani, o nome da espécie é "Karamboroty" (Hofreiter 2006).

A espécie não é rara. Segundo o Reflora, já há 15 registros no Ceará, de várias localidades (Consulta do 11/05/2018). Contudo, a planta não parece ser muito conhecida aqui, a pesar de ser comestível. Nem no livro de Braga sobre as plantas do Ceará (Braga 1976) há menção dela. Isso é surpreendente, porque antigamente, em tempos de seca, houve muita fome neste região.

Referências:
Hofreiter 2006;
Souza & Lorenzi 2012, p125.

Início da página

Bomarea edulis
13/05/2018. Reserva Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 2.

Início da página

Bomarea edulis
13/05/2018. Reserva Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 3.

As folhas de Bomarea edulis são ressupinadas: elas "sofrem uma torção e presentam suas partes invertidas em relação à posição considerada 'normal' para o órgão." (Gonçalves and Lorenzi 2011, p440). A foto mostra uma folha da planta da figura 2.

A venação é do tipo paralelinérvea (Souza et al. 2013, p119).

Início da página

Bomarea edulis
H.C. Andrews. The Botanist's repository. Vol. 10, t.649. 1810-1812.

Figura 4.

Achei este desenho da Bomarea edulis, criado há mais que 200 anos, no site botanicalillustrations.org.

Início da página