Pleroma heteromalla
Ipomoea hederifolia
Reserva
Mãe-da-Lua

Espécie anterior Próxima espécie

Gato-maracajá

Outros nomes: Gato-pintado
Nome científico: Leopardus tigrinus. 

Família: Felidae.
Gato-maracajá</br>
		Gato-pintado (Leopardus tigrinus)
25/07/2008; Reserva Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 1.

A foto foi feita dentro de uma tocaia, perto de um olho d'agua na serra, com pouca luz ambiente. O gato veio em silêncio, bebeu, olhou ao redor durante alguns instantes e desapareceu sem fazer um som. O clique da minha máquina fotográfica não chamou a sua atenção e ele não notou a minha presença na tocaia.

Início da página

Gato-maracajá</br>
		Gato-pintado (Leopardus tigrinus)
25/07/2008; Reserva Mãe-da-Lua, Itapajé-CE.

Figura 2.

O mesmo indivíduo que na fig. 1. A foto B foi batida alguns segundos depois da foto A. Há uma grande mancha branca no lado posterior de cada orelha. Para que sirvem estas manchas? Talvez, no escuro da noite, elas são percebidas como olhos? Compare com as duas caras do caburé.

Houve uma discussão interessante sobre este assunto no Grupo Mastozoologia do facebook, veja aqui.

Início da página

Taxonomia: Segundo um estudo recente de Nascimento & Feijó 2017, a população de tigrinus do Brasil oriental constitue uma espécie separada: Leopardus emiliae. Se esta proposta fica geralmente aceita, o nosso gatinho teria que mudar de espécie.

Hábitat: Na RPPN Mãe-da-Lua, observei este gato várias vezes perto de um olho d'água na serra, em Caatinga arbórea secundária. A minha câmera de trilha registrou o gato também na planície, no mesmo tipo de vegetação.

Conservação: Muitos moradores, especialmente os mais velhos, sabem deste gato. Ele é considerado comestível, seu couro é procurado, e ele é conhecido por matar galinhas. Consequentemente, a espécie corre um sério risco de extinção e está agora classificada como "vulnerável" (VU) pela IUCN e pelo governo brasileiro (Oliveira 2008).

Ir para Registros por câmera de trilha 2014-2015.

Início da página